Quer começar a desenhar? Então desbloqueia!

Postado por em

Eu acredito que todo mundo sabe desenhar. Afinal, um desenho não precisa ter formas perfeitas nem ser um retrato fiel da realidade. Antes de mais nada, desenhar é libertar emoções, criando algo sem se preocupar com o resultado final. Desenhar é uma maneira de expressar os sentimentos, independentemente dos materiais e das técnicas que utilizamos ou do tema que nos propomos a passar para um papel ou uma tela.

Um exemplo bem simples de que todo mundo é capaz de desenhar remete à nossa própria infância. Afinal, quem de nós, quando criança, nunca brilhou os olhos ao se deparar com uma folha de papel sulfite em branco e uma caixa de lápis de cor, giz de cera ou guaches? Não importa o material: a sensação de libertar a criatividade e colorir uma superfície branca, criando mundos imaginários, era incrível.

Mas, quando nos tornamos adultos, parece que somos movidos pela perfeição. Até mesmo algo simples, como desenhar, torna-se uma tarefa complicada e que precisa da aprovação dos outros. Ao invés de interpretar uma cena por meio da emoção e dos sentimentos, queremos simplesmente recriá-la em detalhes. O medo de criar algo que não agrade aos outros, nem a si mesmo, causa um bloqueio e afasta a ideia de que desenhar é uma forma de autoexpressão acessível.

Por isso, ao contrário do que muita gente pensa, não é preciso ser um artista iluminado para desenhar, já que a arte não depende, necessariamente, de um dom. Embora sejam anos de prática e aprimoramento das técnicas, tudo começa com o simples desbloqueio da ideia de que não somos capazes. Para isso, devemos nos deixar guiar pela emoção e despertar o potencial criativo por meio da expressão dos sentimentos pela arte.





← Postagem anterior Postagem seguinte →