Como desenhar me ajuda a lidar com a ansiedade

Postado por em

Quem sofre de ansiedade, sabe como é difícil se desvencilhar dessa emoção.  Embora seja considerada natural do ser humano, quando em excesso, pode prejudicar a nossa rotina e a saúde, necessitando cuidados para ficar sob controle.

Já tive muita ansiedade, e para dar a volta por cima, precisei desenvolver mecanismos para amenizá-la. Felizmente, uma das atividades de que mais gosto acabou se tornando uma forma de lidar com essa emoção: o desenho. Você deve estar se perguntando "como o simples ato de desenhar pode ajudar a aliviar os sintomas da ansiedade?" Calma que eu explico.

 

Eu utilizo o conceito da folha em branco: uma folha de papel novinha aceita todos os sentimentos que colocamos nela. É um campo no qual podemos nos expressar do nosso jeito, sem sermos julgados. Ansiedade, raiva, tristeza, amor, alegria... quaisquer sentimentos e emoções podem ser expressados no papel.

Por meio de um simples desenho, somos capazes de abrir um campo emocional de autoexpressão. O que criamos na folha de papel, fica ali: nós decidimos se mostramos para alguém, guardamos ou jogamos fora. E o melhor de tudo é que o papel não julga nosso desenho nem a maneira como nos expressamos.

Assim, quando estou muito ansiosa, canalizo a emoção, colocando o que sinto para fora, ali no papel, e ainda exercito a autoexpressão. No meu desenho, posso expressar a tristeza e a alegria, chorar e rir, sem que ninguém me olhe ou julgue. Aliás, o mesmo processo pode ser comparado a quem gosta de escrever, colocando em palavras tudo o que sente, desabafando, muitas vezes, anonimamente. 

Desenhar também te ajuda a aliviar a ansiedade? Conte nos comentários de que maneira o desenho te ajuda a encarar os momentos difíceis da vida.

Ansiedade Desenho Emoções

← Postagem anterior Postagem seguinte →



Deixe um comentário